Capsula Endoscópica

Maior órgão do sistema digestório, o intestino delgado – que mede entre 4 e 6 metros em um adulto – agora pode ser estudado por meio de um exame de alta tecnologia: a cápsula endoscópica, um método de videoendoscopia.

Trata-se de um exame não invasivo, ou seja, que não requer sedação nem internação e praticamente não oferece riscos. O procedimento é simples e indolor: o paciente engole naturalmente uma cápsula com cerca de 2,5 cm , dentro da qual existe uma câmera capaz tirar duas fotos por segundo. As imagens são transmitidas para um cinturão preso ao paciente.

O exame tem duração aproximada de 8 horas, possibilitando o registro de cerca de 60 mil fotos. Durante esse tempo, o paciente é liberado do hospital e pode realizar naturalmente suas atividades diárias, enquanto a cápsula percorre todo o intestino delgado, fazendo o mesmo trajeto que segue a comida.

Depois de oito horas o paciente retorna ao hospital para a retirada do cinturão onde ficaram armazenadas as fotos. A cápsula é eliminada naturalmente pelo organismo.

Até a criação desse exame, o intestino delgado era analisado por meio de endoscopia e enteroscopia. Os resultados não eram eficazes porque o máximo que esses exames conseguem analisar são dois metros do intestino, enquanto a cápsula endoscópica analisa o órgão inteiro.

Por meio de um software específico, as informações armazenadas são transformadas em um filme de aproximadamente uma hora, a partir do qual o médico pode avaliar qualquer lesão do intestino delgado, possibilitando um diagnóstico preciso.

O exame é indicado em casos de sangramento intestinal cujas causas não foram diagnosticadas por endoscopia e colonoscopia; para investigação da doença de Crohn (inflamação do intestino delgado); doença celíaca (alergia ao glúten) e nos casos de suspeita de tumores. A contraindicação é a suspeita de obstrução intestinal, o que impossibilitaria a eliminação da cápsula.

Balão intragástrico

O balão intra-gástrico é um tratamento endoscópico.

Saiba Mais

Cápsula Endoscópica

Trata-se de um exame não invasivo, ou seja, que não requer sedação nem internação.

Saiba Mais

Cirurgia de obesidade

Existem 03 grupos de cirurgias onde o mecanismo de emagrecimento são diferentes.

Saiba Mais